Nova pesquisa
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
idades

Required field and value less than 18

Required field and value less than 18

Required field and value less than 18

idades
Required field and value less than 18
Required field and value less than 18
Required field and value less than 18

idades
Required field and value less than 18
Required field and value less than 18
Required field and value less than 18

idades
Required field and value less than 18
Required field and value less than 18
Required field and value less than 18


Ver outras opções

Chile

Destinos a visitar

Informações


promImage

A Raidho Online oferece os mais diversos destinos em todo o mundo. Nossa missão é: Proporcionar aos clientes a realização dos seus sonhos embarcando num mundo fascinante de sensações e experiências únicas através da qualidade, segurança, conhecimento e competência.


A Raidho Online oferece um buscador de destinos que conecta você as todas disponibilidades e preços, para que você possa comparar e escolher as melhores opções da melhor maneira possível. Em apenas três passos você busca, seleciona e compra seu avião e hotel em qualquer lugar do mundo. Navegue no nosso site e aproveite as nossas promoções.


Mais informações:

O Chile é um país aberto para o turismo e que recebe seus visitantes de braços abertos. Diga-se de passagem, o turismo é hoje uma importante fonte de divisas no Chile, um país com atrações as mais variadas e que dispõe de ótima estrutura de hospedagem - embora seus hotéis sejam, em média, um pouco mais caros do que no Brasil.

Chile, oficialmente República do Chile, é um país da América do Sul que ocupa uma longa e estreita faixa costeira encravada entre a cordilheira dos Andes e o oceano Pacífico. Faz fronteira ao norte com o Peru, a nordeste com a Bolívia, a leste com a Argentina e a Passagem de Drake, a ponta mais meridional do país. É um dos dois únicos países da América do Sul que não tem uma fronteira comum com o Brasil, além do Equador.

O Pacífico forma toda a fronteira oeste do país, com um litoral que se estende por 6.435 quilômetros. O território chileno se estende até o Oceano Pacífico, que inclui os territórios ultramarinos de Arquipélago Juan Fernández, Ilhas de Sala y Gómez, as Ilhas Desventuradas e a Ilha de Páscoa, localizada na Polinésia. O Chile possui uma reivindicação de 1.250.000 quilômetros quadrados de território na Antártida.

Imagem: Wikimedia


Conheça o Chile

A cada ano que passa, mais turistas brasileiros se interessam em conhecer os encantos do Chile. Famoso por suas deslumbrantes e variadíssimas paisagens, o país é também muito procurado pelos amantes dos esportes de inverno que enchem as estações de esqui de Valle Nevado, e Portillo. Com a vantagem de ficarem próximas à Santigo de Chile e Valle Nevado atraem muitos brasileiros, que antes se dirigiam a Bariloche.

Santiago - A capital do Chile é uma cidade agradável, moderna, junto aos Andes. Quando o ar está límpido, infelizmente algo raro por lá a vista dos Andes é linda. Nos arredores de Santiago há boas estações de esqui, como a do badalado Valle Nevado, uma excursão que pode ser feita de carro saindo-se pela manhã e voltando à Santiago a noite. De Santiago há voos para Valdívia, Puerto Montt e Punta Arenas, no sul e para Temulco, a uma hora de San Pedro do Atacama, norte do Chile.

Valparaíso - Valparaíso é o porto de Santiago. Tem em algumas áreas um ar descuidado, o que é uma pena, uma vez que a parte alta da cidade tem uma arquitetura tradicional de casinhas coloridas super graciosa. Muitos imóveis estão sendo restaurados e transformados em bares animados à noite e em butiques charmosas.

Viña del Mar - A cidade praiana bem ao lado de Valparaíso, muito procurada nos finais de semana pelos habitantes de Santiago. No verão suas praias ficam lotadas. As águas são invariavelmente frias.

Atacama - O norte do Chile oferece paisagens bem diferentes - o Atacama - também com atrativos - como gêiseres, um espetacular deserto e um visual incomum para quem viaja a turismo. Nada do que estamos acostumados a ver.


De Valdívia a Puerto Montt - No sul do Chile predominam as paisagens de montanhas nevadas e lagos onde há boas opções para os que se interessam pelo turismo de aventura, como a subida de vulcões, passeios à cavalo e caminhadas. É onde ficam cidades consideradas como atrações turísticas no Chile: Valdíva, Pucón, famosa por suas águas termais, Puerto Mont e Puerto Varas. De Puerto Montt se pode, alugando-se um carro, percorrer lindas paisagens de lagos tendo ao fundo imponentes vulcões, como o Osorno.

Patagônia - Nessa região ficam Puerto Natales, uma boa base para se visitar os glaciares vizinhos de Balmaceda e Serrano, e o famoso e lindo Parque Nacional de Torres del Paine.

A gastronomia em todo o sul do Chile é excelente e há de um esquema hospedagem em hotéis-fazendas. O sul do Chile não produz vinhos, mas algumas de suas cervejas, como a Toro Baio são ótimas.

É de Puerto Montt que saem mini-cruzeiros e excursões até as diversas geleiras da parte insular recortada da Patagônia. É possível, de barco ou mesmo a pé, chegar ao lado dos enormes glaciares.

Puntas Arenas, a mais meridional cidade do Chile, fica na Terra do Fogo, a aproximadamente 2h30 de carro de Puerto Natales. De Punta Arenashá excursões pelo Estreito de Magalhães e pelas ilhas da Terra do Fogo, onde se pode ver de perto as colônias de focas e lobos-marinhos.

Dados sobre o Chile

Capital Santiago
Moeda Peso Chileno
Idioma Oficial Espanhol
Fuso Horário Meridiano de Greenwich - 4 horas
Vistos Consulares Brasileiros estão isentos de visto à turismo/negócios para permanência de até 90 dias. Brasileiros podem embarcar com a carteira de identidade em bom estado de conservação e emitida há menos de 10 anos.
Clima / Melhor Época As estações do ano correspondem às brasileiras. Quem quer esquiar deve ir no inverno. Julho é o auge da temporada, quando tudo é mais caro e mais lotado de turistas. Se você curte neve, mas não gosta de lugares lotados e quer economizar um pouco, vá em junho ou em agosto, quando não é alta estação. É possível conhecer as regiões de montanhas sem passar frio; em janeiro e fevereiro, as temperaturas são bem amenas e convidativas para passeios e caminhadas. O inconveniente é que, por ser época de férias escolares, há grande quantidade de turistas. Se não fizer questão de neve, prefira o começo do outono e o final da primavera: faz um friozinho suportável, tem menos gente, os preços estão melhores e as paisagens são ainda mais espetaculares. Em Santiago do Chile, o verão é quente e bem seco e o inverno não é dos mais rigorosos. Mais ao sul, em Valdívia, a umidade é exagerada, principalmente no inverno. Punta Arenas, no extremo sul, é um lugar para se ir no verão ou, na pior das hipóteses, no fim da primavera ou no começo do outono. Mesmo no verão, não esqueça um bom pulôver e um casaco forrado, pois faz bastante frio e o vento é gelado! No norte do Chile, não se preocupe com as chuvas: elas praticamente não existem. No verão, entretanto, faz muito calor.
Documentos

- Obs 1 Estrangeiros residentes no Brasil, devem viajar com o passaporte original (com visto, quando necessário)+ RNE original.

- Obs 2 Para Ilha de Páscoa faz-se necessário embarcar com Certificado de Vacina de Febre Amarela Internacional.

- Obs 3 A Carteira de Motorista Brasileira não é aceita na Ilha de Páscoa; faz-se necessário a Carteira de habilitação internacional.

História do Chile

Os primeiros europeus a chegarem na terra que é hoje o Chile foi o grupo liderado por Diego de Almagro, o Velho. A primeira cidade fundada pelos europeus nessa região povoada pelos incas foi Santiago, em 1541. A proclamação da república do Chile ocorreu no dia 12 de fevereiro de 1818.

Durante o período das presidências do Partido Radical (1938-1952), o Estado chileno aumentou sua participação na economia nacional. Em 1952, após três presidências radicais (Pedro Aguirre Cerda (1938-1941), Juan Antonio Ríos (1942-1946) e Gabriel González Videla (1946-1952), retornou à Presidência o general Carlos Ibáñez del Campo, que havia sido ditador do Chile entre 1927 e 1931. Jorge Alessandri sucedeu Ibáñez em 1958, derrotando o socialista Salvador Allende por uma estreita margem de votos.

As eleições presidenciais de 1964 levaram à presidência o fundador do Partido Democrata Cristão (PDC), Eduardo Frei Montalva, que derrotou o socialista Allende e o radical Julio Durán. Frei governou com o slogan "Revolución en Libertad", pondo em prática um programa de reformas sociais e econômicas que, entre outras medidas, contemplou reformas no sistema educacional, construção de casas populares, sindicalização dos trabalhadores rurais e reforma agrária. No entanto, a partir de 1967 Frei encontrou uma crescente oposição por parte dos setores mais à esquerda, que o acusavam de ser tímido nas reformas, bem como uma forte oposição dos setores mais conservadores, que achavam tais reformas excessivas.

Em 11 de setembro de 1973, o presidente democraticamente eleito em 1970, Allende sofreu um golpe de estado e o general Augusto Pinochet assumiu o governo, instaurando uma ditadura que iria perdurar por dezessete anos, sendo sucedido pelo civil Patricio Aylwin, proeminente membro do PDC.

Em 1994, foi eleito presidente Eduardo Frei Ruiz-Tagle, filho do presidente Eduardo Frei Montalva e também filiado ao PDC que entregou o poder seis anos depois a Ricardo Lagos, do Partido Socialista do Chile, mesmo partido de Salvador Allende.

Nas eleições de 2005, os chilenos escolheram como Presidente Michelle Bachelet, primeira mulher no cargo e filha de um ativista torturado e morto pelo regime de Pinochet, dando continuidade desde a redemocratização do país no governo de centro-esquerda. Seu mandato será mais curto que o de seus antecessores, devido a reformas na Constituição local.

No dia 27 de fevereiro de 2010, um forte terremoto de 8,8 pontos na escala de Richter atinge a região central do país provocando centenas de mortes e ativando alertas de tsunamis na costa do Pacífico.

Copyright © 2013 Raidho Online - Todos os direitos reservados






Aguarde um momento enquanto
efetuamos o seu pedido


Powered by:


A sua sessão expirou


Ok